O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Valorizar as pessoas e a cultura organizacional é a chave para geração de valor, aponta estudo


O valor de uma empresa pode ser medido para além dos números e resultados. A crise desencadeada pela pandemia de Covid-19 trouxe à tona discussões sobre propósito da marca e fidelidade dos consumidores. Nesse contexto, a pesquisa Creating Value Beyond the Dealda PwC, traz pontos relevantes sobre a criação de valor para empresas. Foram entrevistados 100 executivos de empresas do ramo de Varejo, Consumidor e Lazer, de diferentes países. Todos realizaram alguma transação significativa nos últimos 36 meses.  

A pesquisa aponta que os negócios podem aumentar o seu valor se atendo a três pontos: 1) ter uma estratégia de longo prazo clara e manter-se fiel a ela, 2) ser claro sobre todos os elementos de um plano de criação de valor e 3) colocar a cultura organizacional no centro do negócio. 

De acordo com os dados, 25% dos negócios em Varejo, Consumidor e Lazer (VCL) alcançaram valor significativo, em comparação com uma média de 21% para as outras indústrias estudadas. Na verdade, dois terços dos negócios VCL são afetados por questões culturais. O estudo revela que, em todas as negociações onde valor significativo foi perdido, o desalinhamento cultural foi um fator determinante.  

Embora 97% dos compradores VCL tivessem um plano de criação de valor em lugar quando assinaram um acordo, 33% desses compradores disseram seu plano de integração poderia ter sido feito antes. Sobre o que fariam de forma diferente, 30% afirmou que colocaria a cultura organizacional no coração do negócio.  

Foto divulgação

Pessoas primeiro 

É importante não perder de vista as pessoas, pois são elas que geram valor para um negócio e podem ser a diferença entre um acerto e um grande erro. A pesquisa identificou que a retenção do cliente no primeiro dia é uma prioridade em 56% de ofertas VCL, bem acima de outras indústrias. 

Para isso, é preciso entender o que o seu público pensa e deseja. Envolver os consumidores no processo é a chave. Comunique-se com eles e busque suas opiniões por meio de pesquisas ou grupos de foco. Um caminho para isso pode ser através de consultores externos. Entre os maiores benefícios encontrados dessa forma, 86% dos entrevistados apontam mais oportunidades de criação de valor identificadas e 79% de riscos identificados e mitigados.  

Tão importante quanto reter clientes é a retenção de talentos dentro de uma empresa. As consequências de perder talentos podem ser várias. Além dos custos de contratação, integração e treinamento de novos funcionários, as empresas correm o risco de perder capital intelectual, relacionamento com o cliente e a confiança de toda a força de trabalho. O estudo também descobriu que os negócios VCL aumentaram significativamente suas chances de entrega de valor quando menos de 5% dos principais talentos são perdidos.  

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.