O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Ação e Cidadania

Sindprev marca presença no Grito dos Excluídos

Neste 7 de setembro, os integrantes do Sindprev Bahia da capital e do interior foram à luta e, mais uma vez,  estiveram na rua se colocando ao lado da classe trabalhadora para participar do grito dos excluídos e para reivindicar a manutenção da democracia no Brasil, tendo como alternativa a saída do presidente Jair Bolsonaro, face a seus desmandos como chefe da nação.

Para o diretor Valdemir Medeiros, a única alternativa  para o país é a união de todos para que a democracia seja mantida, pois os atos do presidente ao longo do seu governo, culminando com a sua atitude neste 7 de setembro, insuflando a população para ir às ruas praticando vandalismo como foi visto em Brasília,  atacando os poderes legalmente constituídos e com um discurso que ataca diretamente a democracia.

Entoando, em coro, “fora Bolsonaro, os integrantes da passeata seguiram do Campo Grande até a Praça da Sé. A manifestação em defesa da democracia contou com a presença de representantes de partidos políticos, parlamentares, sindicatos, sociedade civil organizada e todos aqueles que lutam pela manutenção da democracia no país.

A secretária de Mulheres da Central Única dos Trabalhadores ( CUT) e diretora do Sindprev Bahia, Lucivaldina Brito, destacou a importância da luta das mulheres neste processo, visto que, os direitos de todos os trabalhares são subtraídos, mas sempre as mulheres saem perdendo mais.

Para Lindalva de Jesus, o presidente não sabe governar “por isso estamos na rua, para combater estes desmandos praticados por ele”.

Já Maria Almeida, da Secretaria dos Aposentados do Sindprev, destaca que esta categoria também tem sofrido com o desmonte promovido pelo  governo de Jair Bolsonaro, sem aumento de seus vencimentos e ainda querem colocar que velhice é doença, “por isso estamos aqui na rua para combatermos essas atrocidades cometidas contra os aposentados”, pontua  a sindicalista.

O diretor do Sindprev, José Coutinho, conclui dizendo que o “povo já não aguenta mais, pois é gasolina aumentando, gás aumentando, o povo passando fome, por isso temos que chamar a atenção da população para dar um basta nesse governo”.

Tags

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios