O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Saúde

Novembro Azul: nutricionista dá dicas de alimentos que ajudam a combater o câncer de próstata

Todos nós já sabemos que manter hábitos saudáveis é importante para evitar diversos tipos de doenças. Bem-estar e qualidade de vida são formados por muitos fatores, entre eles alimentação balanceada, prática de atividade física e boas noites de sono. Manter esse tipo de equilíbrio é importante também para prevenir o câncer de próstata que, esse mês, é pauta de campanhas pela conscientização, o Novembro Azul. Além dos fatores citados, devemos incluir para a saúde geral do homem: não fumar, beber com moderação e controlar o estresse. Um ponto importante é o homem ter uma alimentação mais natural: legumes, frutas e vegetais verdes. Carnes magras, sem gordura, são de fundamental importância para o organismo. 
“Os alimentos industrializados e processados, como embutidos e conservas, devem ser bem restritos no cardápio. Assim como a carne gorda e o excesso de sal no churrasco. O açúcar em exagero tem a capacidade de inflamar o corpo, provocando obesidade e uma série de doenças cardiovasculares”, explica Gabriel Pacheco, nutricionista da Rede Alpha Fitness. Alguns alimentos são fundamentais para manter a saúde da próstata. O tomate tem licopeno, um nutriente com grande poder antioxidante e que protege as células da próstata contra alterações malignas. A castanha-do-pará contém selênio, um mineral que ajuda a prevenir o câncer por participar da morte programada das células, inibindo a reprodução celular e atuando como antioxidante. 
Vale lembrar também que o exercício físico diário estimula o equilíbrio psicoemocional por meio de liberação das endorfinas. A prática da atividade física diminui processos de inflamação celular; aumenta a atuação dos mecanismos antioxidantes; e estimula a função imunológica do organismo.

Tags

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − dez =

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios