O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Diversidade

No mês do amor, Beats reforça a liberdade de amar e pede o fim das regras sobre relacionamentos

Com a coleção inédita, Love is in the Beats reforça a liberdade de amar e pede fim de ‘regras’ sobre relacionamento.100% da venda será revertida para casa de apoio Neon Cunha.

Para celebrar a liberdade de amar e comemorar os diferentes tipos de união, Beats prepara uma surpresa para o mês do Amor e do Orgulho, a Love is in the Beats: uma coleção limitada que chega para brindar o romance e pedir para as pessoas esquecerem as regras pré-estabelecidas sobre relacionamentos. A novidade chega em latas decoradas com diferentes personagens e permite ao consumidor criar diferentes tipos de casais. A Love Is In The Beats é o primeiro projeto do Studio Beats, plataforma de inovação da marca, e tem venda exclusiva pelo site https://loja.beatsoficial.com.br/

Este novo sabor de Beats também vai ajudar uma boa causa: todo o valor arrecadado com a venda do de Love is in the Beats será doado para a Casa Neon Cunha, ONG de acolhimento para pessoas LGBTQIA+ em situação vulnerável que atua em São Bernardo do Campo e no Grande ABC Paulista, no estado de São Paulo. O produto atende ainda o pedido dos fãs da marca. “Estamos sempre conectados aos nossos consumidores e, com o Studio Beats, conseguimos desenvolver com mais rapidez o que eles desejam. Pelas redes sociais, produtos com a temática LGBT são um dos mais pedidos”, revela Cauê de Souza, gerente de marketing da Beats.

E a comemoração não ficou só com o produto. No dia 12 de junho, Dia dos Namorados, Beats levou mais amor às cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador, com projeções de fotos dos apaixonados em prédios icônicos. Os consumidores puderam participar pelo Twitter, publicando fotos com a hashtag #LoveIsInTheBEATS.

Tags

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios