O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Política

Nelson Leal comanda últimas sessões como presidente e aprova decretos de calamidade pública

Presidente destaca “espírito republicano” dos deputados em sua gestão

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Leal, comandou hoje (28.01) as suas últimas sessões plenárias como chefe do Legislativo da Bahia, antecedendo a eleição da nova Mesa Diretora, prevista para a próxima segunda-feira, a partir de 14h30. Foram aprovados dois novos decretos legislativos – no 2.928/2021 e no 2.929/2021 – reconhecendo o “estado de calamidade pública” em razão da pandemia da Covid-19 em municípios da Bahia. Também foram aprovados, em duas sessões, onze projetos de lei, versando sobre utilidade pública, de autoria dos deputados Jacó (PT), Pedro Tavares (DEM), Adolfo Menezes (PSD), Maria del Carmen (PT), Alex da Piatã (PSD), Antônio Henrique Junior (PP), Alex Lima (PSB), Marcelino Galo (PT) e Diego Coronel (PSD).

“Mais uma vez, a ALBA demonstrou o seu comprometimento com os interesses da Bahia e do povo baiano. Só posso enaltecer o espírito republicano dos 62 deputados durante os dois anos do nosso mandato como chefe do Legislativo baiano. Só tenho que agradecer a todos. Talvez, em toda história do Parlamento, nunca tenha havido uma comunhão tão grande de ideais e ações contra um só alvo, que é o combate à pandemia da Covid-19. Os decretos-lei do estado de calamidade foram aprovados, porque a situação é preocupante. O que ocorreu em Manaus pode se repetir em todo o país”, alerta Leal.

A condução da presidência da ALBA foi bastante destacada e elogiada por diversos parlamentares. “Aprendi a construir uma relação de respeito a Nelson Leal, pelo diálogo, pelo consenso, mas sempre de forma democrática. E avançamos para além do institucional, para uma convivência fraterna, familiar. Com toda adversidade, Nelson foi importante para votarmos os projetos que, de fato, interessavam a Bahia”, destacou o líder da Maioria, deputado Rosemberg Pinto (PT).

“Nelson Leal é um amigo de todas horas, um pai de família exemplar, um homem do diálogo. Fábio Souto me aconselhou quando cheguei à Assembleia: ‘cole em Nelson Leal’. Colei e foi a melhor escolha que fiz, porque é um homem que sempre faz o bem. Parabéns, nesse tsunami da pandemia você foi o grande capitão da ALBA, nos levando a um mar de tranquilidade”, disse o líder da Minoria, deputado Sandro Régis(DEM).

“O trabalho do presidente Nelson Leal foi marcante, atravessando com louvor todo esse terrível momento da pandemia. É um exemplo a ser seguido por outros deputados, porque ele foi um homem, sobretudo, do diálogo democrático”, elogiou o deputado Hilton Coelho (PSOL).

Já o deputado Eduardo Sales (PP) destacou o espírito conciliador e a liderança de Leal: “Mais do que um presidente, tivemos um amigo, pela presteza, pela atenção, pelo diálogo. E conseguiu unir governo e oposição, em um momento difícil da história, tudo em nome do interesse público. É um líder que entra para a história do Legislativo da Bahia”.

A deputada Olívia Santana (PCdoB) enalteceu a educação e o espírito democrático do presidente: “A amabilidade de Nelson Leal, sem nenhum ranço autoritário, foi decisiva para atravessarmos um quadrante tão difícil da nossa história. A sensibilidade e a forma de nos tratar e de nos receber foi ímpar”. “Nelson se mostrou muito competente, muito preparado, numa gestão totalmente afetada pela pandemia. Ele foi decisivo para unir a ALBA em torno dos interesses da Bahia”, destacou o deputado Euclides Fernandes (PDT).

Falando em nome dela e dos parlamentares do PSD, a presidente da UNALE deputada Ivana Bastos destacou a admiração e o respeito pela gestão do atual presidente. “Em qualquer situação, onde estiver, Nelsinho tem uma amiga, porque, antes de tudo, ele é uma pessoa diferenciada, especial, com uma família linda e com um coração generoso”.

Outra deputada, Fabíola Mansur. (PSB), pontuou em sua fala que Nelson é um amigo de primeira hora: “É a mesma pessoa no planalto e na planície, que conduziu a ALBA, com serenidade e segurança, em um tempo muito difícil, mas que não deixou cair a produtividade legislativa, sendo proativo no auxílio ao governador Rui Costa”.

A deputada Maria del Carmen (PT) agradeceu a gentileza constante e o senso de responsabilidade de Leal: “A gentileza é o traço de caráter do presidente Nelson Leal, mas, além disso, ele mostrou um agudo senso de responsabilidade para conduzir esta Casa durante essa travessia difícil, de dor e de luto”.

O deputado Tom Araújo (DEM) exaltou o otimismo que emana do atual presidente: “Um parceiro, um amigo, uma pessoa diferenciada, que sempre me estimulava quando entrava desanimado no Plenário. Nelson Leal fez com que a ALBA fosse independente e respeitada, ouvindo a todos. Conte comigo em qualquer situação, amigo”.

“Nelson Leal soube conduzir a ALBA com mestria, atravessando um período duro, muito difícil. Além de estar sob o seu comando como deputado, durante dois anos ocupei a Superintendência de Assuntos Parlamentares e sei do processo de transformação que a ALBA passou, com avanços tecnológicos mesmo com dificuldades orçamentárias e um aperto financeiro sem precedentes. Parabéns”, disse o deputado Bira Coroa (PT).

“Nelson Leal foi um grande presidente. A pandemia não deixou que ele fizesse tudo, mas a marca democrática da gestão dele fica, como um homem do diálogo, da conciliação e da ação. Um homem simples, humilde, mas grandioso na empatia e no coração”, declarou o deputado Roberto Carlos (PDT).

“Nelson exerceu com honra, seriedade, delicadeza e competência a presidência da Aseembleia. Muita gente se surpreendeu, menos eu. Um filho do médico Èmerson Leal não podia ser diferente, não dar certo. A minha confiança nele é total. Seu mandato nesta Casa será exemplo para outros presidentes pela simplicidade, competência e espírito democrático”, incensou o deputado Aderbal Caldas (PP).

Já o deputado Zé Raimundo (PT) destacou a linhagem de grande s presidente da ALBA em que Nelson Leal perfilha: “O presidente Nelson Leal é o 490 presidente da ALBA, na linhagem de grandes nomes como Luiz Viana – o primeiro presidente; de Ademário Pinheiro; de Coriolano Sales, com raízes no sertões de Conquista e região. A gestão dele foi curta, mas significativa, com demonstrações inequívocas de transparência, fortalecendo as decisões coletivas e, consequentemente, a democracia”.

“Quero falar da minha alegria de ter, como deputado de primeiro mandato, uma pessoa como Nelson Leal na presidência da Assembleia Legislativa da Bahia. Só tenho que agradecer pela generosidade e toda atenção. È uma pessoa leve, um cabra do bem, e, sobretudo, competente”, destacou o deputado Jacó (PT).

O deputado Fabrício Falcão (PCdoB) destacou a resiliência do atual presidente: “Tive a honra de integrar a Mesa Diretora comandada pelo presidente Nelson Leal, que enfrentou com resiliência e galhardia uma situação tão adversa, causada pela pandemia. A gestão dele já entrou na história pelo comportamento democrático e pelo diálogo constante”.

“Nelson merece todos os parabéns pelo trabalho realizado, mostrou capacidade de liderança, sem impor nada, mas ouvindo, conversando dialogando. Foi um apoiador fundamental do governador Rui Costa, sem nunca comprometer a independência do Legislativo”, destacou o deputado Antônio Henrique Jr. (PP).

“Sempre fui um admirador da capacidade de Nelson Leal, com uma inteligência Ímpar e um conhecimento profundo do funcionamento da Casa, discípulo do ex-deputado Reinaldo Braga. Mas, confesso, fui surpreendido pela sua gestão exemplar, competente, como instrumento de grande importância no combate à pandemia, mantendo a calma e cautela nas horas mais difíceis e desafiadoras”, elogiou o deputado Paulo Rangel (PT).

Robinson Almeida (PT) disse que não poderia deixar de lembrar do ex-deputado Targino Machado ao falar de Nelson Leal: “Targino falaria do homem ‘lhano, educado, civilizado’ que é Nelson Leal, que não perde a compostura mesmo nas situações mais ásperas. Na segunda sessão de votação da reforma da previdência estadual, Nelson manteve a calma, a altivez e a coragem diante da hostilidade e da agressão, comportamento digno de um verdadeiro líder e comandante”.

“Eu tive a honra e o prazer de conhecer o deputado Nelson Leal que não mudou em nada como presidente, não se envaideceu no poder, soube tratar igualmente todos os pares e, por isso, deixa uma marca de grande presidente, de grande líder”, enalteceu o deputado Soldado Prisco (PSC).

E, quebrando o protocolo, o ex-deputado estadual, e atual prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD) também saudou o mandato do presidente Leal. “Não podia deixar de saudar Nelson Leal, que fez uma gestão propositiva, séria e competente na ALBA, atravessando um período difícil e de muitas

Tags

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios