O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Esporte

Jovens de Sete Lagoas (MG) são destaques no Futebol Carioca na região serrana

Sete Lagoas está muito bem representada no futebol do Rio de Janeiro. Os atletas Matheus, Samuel e Bruno saíram da cidade, que fica aproximadamente a 72 quilômetros de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, para mostrarem os seus talentos em uma das competições mais desejadas do Brasil: o Campeonato Carioca. Eles vestirão a camisa do Teresópolis FC em 2021.

Conhecido na cidade mineira como “Neguin”, o zagueiro Matheus Henrique Souza Pinheiro, 21 anos, teve uma trajetória diferente da maioria dos jogadores. Como não tinha oportunidade de estar em escolinhas de futebol quando criança, se dedicou aos estudos e ao trabalho para ajudar a família. Mas nos jogos de várzea, “Neguin” se destacava, e logo foi visto por um olheiro do empresário José Vilson, que o indicou ao clube teresopolitano. “Quero realizar esse sonho pelo meu pai”, desejou, Matheus.

Já o atacante Samuel Rezende Conceição, 18 anos, tem um sonho de ajudar a sua família e poder comprar uma casa para sua mãe. O jovem já teve a oportunidade de defender o Atlético Mineiro. ‘’Peguei muita experiência, amadurecimento e agora quero mostrar tudo o que aprendi para brilhar aqui no Rio’’, contou o confiante atleta.

Goleador nato, Bruno Luiz Pinheiro, 22 anos, começou a jogar ainda criança em escolinhas. Aos nove anos, seu talento era visto por todos e chamou a atenção do América-MG. Por lá, jogou por cinco temporadas, sendo campeão e artilheiro. O sucesso o levou ao Goiás, onde, segundo ele, aprendeu o mais difícil: conseguir se virar em terras distantes, longe da família e dos amigos. Na URT de Patos de Minas, se profissionalizou e disputou o Campeonato Mineiro. Agora, Brunão defende o tricolor teresopolitano e promete muitos gols: “Quero ser artilheiro do Carioca e dar alegria pra essa torcida”.

Orgulho de Sete Lagoas, os atletas vão disputar o Cariocão (C). A pré-temporada já começou na sede do Terê, na Região Serrana do Rio.

Tags

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios