O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Cidadania

Encontro Nacional do Fundo Positivo começou nesta terça feira (24), discutindo a relação entre Covid-19, racismo estrutural e pessoas vivendo com HIV/AIDS

Foto Divulgação

Na manhã desta terça feira (24), teve início o 3º Encontro Nacional de Projetos Apoiados pelo Fundo Positivo, que devido às restrições impostas pela pandemia do Covid-19 (novo Coronavírus), será realizado de forma virtual até quinta-feira (26). Criado em 2014, o Fundo financia projetos de importantes organizações em todo o território nacional e tem como missão promover ações sobre saúde sexual e reprodutiva; prevenção do HIV/Aids; diversidade; inclusão social e defesa dos direitos humanos. Ao todo, já foram mais de 120 projetos sociais apoiados de norte a sul do país. Mais de 1 milhão de beneficiários diretos e mais de 6 milhões de pessoas beneficiadas indiretamente.

Harley Henriques, coordenador-geral do Fundo Positivo, e Élida Miranda, coordenadora de projetos do Fundo Positivo, deram início ao encontro, fazendo um balanço, sobre as ações realizadas pelo Fundo, ao decorrer deste ano, e apresentando os temas que serão discutidos ao longo dos três dias de encontro, como a relação entre COVID-19, racismo estrutural e pessoas vivendo com HIV/AIDS.

A mesa contou com a presença de representantes de apoiadores/financiadores do Fundo Positivo, como Alice Scartezini, gerente de responsabilidade socioambiental do Instituto Caixa Seguradora; Graciela Hopstein, da Rede de Fundos; Gabriel Cardoso, gerente executivo do Instituto Sabin; Marília Casseb, diretora de advocacy da Gilead Sciences; Kleber Santos, Gerente de Relações Institucionais da MSD e Roberto Zajdenverg, Gerente de Grupo Médico da GSK Farma. Representantes de projetos sociais apoiados pelo Fundo, de norte a sul do país, também participaram da mesa, que contou ainda com a participação do ator baiano Diogo Lopes Filho, da cantora Belô Velloso, e do cantor Ricky Vallen.

Tags

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios