O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Cidadania

Em entrevista ao programa QVP, na TV Aratu, Adolfo Menezes defende cassação de deputado que ofendeu STF

Presidente disse que “ataque à democracia não se confunde com liberdade de expressão”

“Um ataque sórdido, sem provas, ao Supremo Tribunal Federal e aos seus ministros é crime e não se confunde com `liberdade de expressão’ e muito menos com o instituto da imunidade parlamentar. Para que se mantenha a democracia e a própria liberdade, é preciso ter respeito. Podemos discordar de uma decisão da Justiça, e até nos opormos a ela, mas não podemos ofender nem ameaçar a quem quer que seja, muito menos a magistrados. Sem contar que o deputado do Rio de Janeiro ainda defendeu a ditadura militar. Não há outra decisão para a Câmara dos Deputados que não a cassação do mandato, principalmente após o Supremo Tribunal Federal (STF) manter, por 11 votos a 0, a prisão de Daniel Silveira”, disse o declarou o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Adolfo Menezes, em entrevista, hoje (18.02) ao jornalista Casemiro Neto, no programa QVP, na TV Aratu.

Menezes criticou ainda o nosso sistema político-eleitoral, que permitiu a candidatura do deputado fluminense. “Ele foi da Polícia do Rio de Janeiro, antes de assumir o mandato, em 2019, e passou 80 dias detido no quartel entre 2013 e 2017, em virtude de numerosas transgressões disciplinares, por atrasos e faltas ao serviço. Com 60 sanções disciplinares, 14 repreensões e duas advertências, mesmo assim ele ainda foi eleito para representar o Rio de Janeiro. Essa leniência e toda essa permissividade é que geram essas aberrações políticas”, reclama o chefe do Legislativo estadual.

Tags

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios