O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Diversidade

Circuito de Arte LGBTQIA+ da Bahia oferece programação gratuita sobre diversidade em formato virtual em março

(Foto: Genilson Coutinho)

Adoção por casais homoafetivos, descoberta de um filho gay, desafios de empreendedores LGBTQIA+, transfobia, luta de mulheres lésbicas pela ocupação de espaço, música, exposição e reflexões sobre direitos e conquistas da comunidade LGBTQIA+ serão temas abordados no Circuito de Arte LGBTQIA+ da Bahia, realizado pelo site Dois Terços e transmitido pelo seu canal no YouTube entre os dias 8 e 26 de março, às 20h, com acesso gratuito.
 
Com curadoria do Instituto Dois Terços, que mantém atividades atreladas ao fomento e realização de projetos em prol dos LGBTQIA+, o Circuito visa trazer para o eixo das discussões as dificuldades e lutas da população LGBTQIA+, e reflexões acerca de como e quais são os caminhos possíveis para a construção de políticas públicas e redução dos altos índices de homofobia que, mesmo com as leis para punir os infratores, os números ainda são alarmantes. Diante desse cenário violento, ativistas, lideranças e movimentos sociais se juntaram para fomentar essas demandas diárias da comunidade LGBTQIA+.
 
O Circuito foi idealizado por Genilson Coutinho, fundador do site Dois Terços, veículo de notícias LGBTQIA+ que há onze anos luta e visibiliza pautas da comunidade na Bahia e no Brasil, e conta com o apoio financeiro do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias (Programa Aldir Blanc Bahia), via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.
 
Serviço:
Circuito de Arte LGBTQIA+ da Bahia
Quando:
 8 a 26 de março
Horário: 20h
Onde: Canal do Dois Terços no YouTube
Gratuito
 

Tags

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios