O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Ricardo Parra

  • DOIS OUVIDOS E UMA LÍNGUA – “COMPETIR” NA DESGRAÇA

    Sabemos ouvir? Será que eu sei? E você? Ouvir é uma qualidade. Ouvir sem com atenção os problemas do outro sem que falemos dos nossos é ainda melhor: é estar mais próximo do divino. Nestes tempos midiáticos, nos quais todos emitem opinião – cheios de razão – sobre tudo e sobre todos baseados muitas vezes em notícias falsas, percebe-se que falar é o “grande lance”: o que nós achamos disto ou daquilo; o que nós pensamos sobre João e/ou Maria. Ainda mais: parece que há uma obrigatoriedade em expressar juízo de valor sobre que/quem gostamos e do que/quem não gostamos;…

    Leia Mais »
  • QUEM É ADMIRÁVEL NESTE MUNDO?

    Admirar outro alguém é condição primeira para se amar, seja um amigo, familiar ou um/a companheiro/a. Quem é admirável pra mim? Quem leva uma vida de verdade e que não inventa estar feliz. Quem assume os dias ruins e tristes porque eles são reais. Admiro quem não inventa amizade, sexo, amor. Admiro quem inventa encontros, assim do nada. Admiro quem tem um amor recolhido e um dia se revela. Quem faz rima de poeta amador para o seu amor. Quem tem vontade de desistir, assume isto e não desiste. Admiro quem sabe que dinheiro pode ou não trazer felicidade. E…

    Leia Mais »
  • VIVER DE CULTURA NO BRASIL É PARA OS FORTES

    O Brasil tem uma imensa variedade cultural. Em um mesmo estado encontramos as mais diversas manifestações culturais; diria mais: em uma mesma cidade a cultura se apresenta de diferentes maneiras.   São Paulo, a metrópole alfa do Hemisfério Sul, é assim. Aqui cabem as culturas endógenas, aqui criadas e manifestadas; e as exógenas trazidas pelos brasileiros de todas as plagas e pelos imigrantes dos quatro cantos do redondo planeta que aqui se vivem. Belém, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e tantas outras grandes e médias urbes possuem esta excelência também. De onde eu venho, Piracicaba, cidade com cerca de 400…

    Leia Mais »
  • EU GOSTO DE AGOSTO

    Transgressão. Fora do lugar-comum. Clichês de estigma, desde a raiva ao vento. Um mês que nasceu com o nascimento do mais longevo império que houve neste planeta (e para mim o mais importante império da história). Ser de agosto é sofrer preconceito. Exagero? Nada de exagero. Agosto guarda no imaginário popular o apelido de mês de cachorro louco. Mas também existem outros fatos acerca do oitavo mês, “criado” em homenagem a Otaviano Augusto, primeiro imperador de Roma; aliás, vale o adendo que quem renomeou agosto, mês com 31 dias, foi o próprio Augusto. Antes agosto era chamado de sextilis (sexto…

    Leia Mais »
  • RITA LEE, UM BEIJO E UM CHEIRO: SAÚDE

    Queremos saúde pra gozar no final, Rita. Porque você me dá água boca, vestindo fantasias, tirando a roupa. Ela é uma emergência, sempre foi pra mim. Emergência em escutar, em ler, em ver Rita. Paulistana da Vila Mariana (Zona Sul), foi na Pompeia (Zona Oeste) que iniciou sua carreira artística. Santa Rita de Sampa é mais brasileira das cantoras/compositoras paulistas. Artista do mundo, ela não se contentou com o estado e logo conquistou terras do Oiapoque ao Chuí – e outros países. Uma verdade: o Brasil adora sua roqueira mor. Se Deus quiser, e ele há de querer, um dia…

    Leia Mais »
  • ORIENTAÇÃO SEXUAL E IDENTIDADE DE GÊNERO

    Desde muito tempo, ouço dizer que a vida é feita de escolhas. E, em grande parte, é. Porque não podemos tampouco devemos imputar aos outros fracassos e sucessos que por ventura obtenhamos ao longo da vida. Somos responsáveis por quase tudo o que acontece conosco e por quase tudo por aquilo que somos. Mas, porém, contudo, entretanto e, todavia… Nem tudo, absolutamente tudo, do que é feita a nossa vida e nossas escolhas depende exclusivamente de cada um dos quase 8 bilhões de habitantes do redondo e esférico planeta. Sim, escolhemos muito. Mas nem tudo. Vou citar alguns exemplos do…

    Leia Mais »
  • DIVERSIDADE CULTURAL: O QUE O BRASIL TEM DE MELHOR

    O Brasil é um país continental debruçado sobre o imenso litoral do Atlântico feito um parapeito. O território cresceu tanto a oeste se embrenhando pela Amazônia quase a atingindo o Pacífico: 4.300 mil km de Ponta do Seixas a leste, na Paraíba, à nascente do Rio Moa, a oeste, no Acre. Faltaram cerca de mil quilômetros para termos acesso à maior massa de água da Terra. São tantos os significados desta dimensão continental. Exemplo? A diversidade cultural; o povo miscigenado como nenhum outro no mundo; os vários “Brasis” dentro de um Brasil; climas diferenciados que abrangem praias paradisíacas a montanhas…

    Leia Mais »
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios