O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Oportunidade de mostrar como vou trabalhar para transformar minha cidade”, afirma Major Denice sobre expectativa para debate da Band Bahia

Foto divulgação

A candidata da ‘Coligação que Cuida de Gente‘ (PT-PSB) à Prefeitura de Salvador, Major Denice Santiago (PT), afirmou que sua participação no primeiro debate televisivo que acontece nesta quinta-feira (1°), na Band Bahia, é a oportunidade de mostrar às pessoas como pretende transformar Salvador em uma cidade mais igualitária. Os caminhos para essa mudança, segundo ela, passam por apresentar propostas concretas e consistentes para áreas como educação, saúde, mobilidade urbana, geração de emprego e renda, entre outros pontos sensíveis da cidade.
“Essa é uma oportunidade única que a Band Bahia nos dá para apresentar o que pensamos para Salvador. O debate é um momento ímpar, uma forma de fortalecer a democracia também, além de nos aproximar da população. Levaremos nossas propostas para as pessoas da nossa Salvador. Eu penso que nós precisamos que as pessoas sintam essa cidade como o seu lar, que essas pessoas se sintam cuidadas e protegidas. Todas as pessoas precisam se sentir pertencentes a essa cidade”, afirmou Denice.
Durante a manhã, a candidata petista reuniu-se com sua equipe de assessores para ajustar os detalhes finais da sua participação no programa, à noite. “Me sinto preparada para olhar no olho de cada cidadão da cidade e falar direto com eles mais tarde”, frisou a idealizadora da Ronda Maria da Penha, que, durante a tarde, não terá agendas.
O debate na Band Bahia será exibido em rede local a partir das 22h30, com retransmissão simultânea pelo YouTube da emissora. Para Denice, que compõe a chapa com a candidata a vice-prefeita, a deputada estadual Fabíola Mansur (PSB), o formato do debate é interessante para que o eleitorado conheça as intenções e as propostas de cada candidato e candidata. “O debate não é um embate entre políticos, mas um momento em que cidadãos que colocaram seus nomes à disposição da sua cidade estão dialogando. Desse diálogo, as pessoas escolhem quem melhor pode representar a maioria da população, quem vai promover as mudanças necessárias para construir uma cidade justa, sem desigualdades, sem desemprego e sem outros problemas históricos”, disse.
Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *