O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Grupo IVI apresenta importantes descobertas de segurança para o sucesso da Reprodução Assistida durante Congresso da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva

A 76ª edição do Congresso da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM), um dos mais importantes encontros de Reprodução Assistida do mundo encerrou ontem. Um dos destaques deste ano foi o Grupo IVI RMA, que apresentou um total de 74 trabalhos com importantes conquistas para o setor em termos de segurança e sucesso. “Eventos como o congresso da ASRM são importantes para reciclarmos nossos conhecimentos e sem dúvida agregarmos informações para serem utilizadas em nossa rotina laboratorial. É interessante vermos a evolução tecnológica na nossa área e termos a certeza que novos recursos estão sempre disponíveis para aumentarmos as chances de sucesso e concretização dos sonhos de muitos casais.” conclui Daniele Freitas – Coordenadora do Laboratório de FIV da clínica IVI Salvador.
Dada a conjuntura global da saúde essa edição do evento ocorreu virtualmente. Pesquisadores e especialistas da área reprodutiva se reuniram para compartilhar os últimos avanços. “Todos os anos compartilhamos nossos resultados mais destacados no congresso ASRM. Alcançamos esses resultados graças ao nosso compromisso com a pesquisa científica. Estamos cientes de que esses estudos marcarão as linhas a seguir para aumentar as taxas de sucesso dos tratamentos em cada etapa, sempre priorizando a segurança de nossos pacientes. Temos o objetivo de dar-lhes um motivo, não só para terem esperança, mas também para terem a certeza de que realizarão o sonho de serem pais”, afirma o Dr. Antonio Requena, diretor médico do grupo IVI.
A segurança é hoje mais do que nunca, um pilar fundamental da IVI e dos seus profissionais. Por isso, este ano, muitos dos projetos de investigação do IVI estão centrados na segurança e na precisão, com o objetivo de oferecer as maiores garantias às mulheres e aos casais que nos confiam o seu maior desejo.

Foto divulgação

Estudos apresentados

“Um dos nossos estudos apresentados na edição ASRM deste ano mostra como o uso de granita de nitrogênio a -210ºC para vitrificação de embriões pode aumentar sua taxa de sobrevivência. Nossos pesquisadores observaram que a criopreservação do blastocisto com essa técnica resulta em uma sobrevida mais longa após o descongelamento devido à redução da toxicidade associada à vitrificação em comparação ao nitrogênio líquido convencional a -196ºC – atualmente usado na preservação de gametas e embriões. Isso é promissor para melhorar a eficiência da criopreservação de embriões para uso posterior e para otimizar os resultados da fertilização in vitro”, explica o Dr. Requena.
Além disso, dois grandes estudos do IVI analisaram a precisão dos testes genéticos pré-implantacionais: um usando a biópsia de trofoectoderme e outro, usando uma abordagem não invasiva, analisando o meio de cultura dos embriões.
“É importante destacar nossos estudos em relação à verificação das informações dos testes de genoma. Atualmente, o teste genético pré-implantação para aneuploidia (PGT-A) é realizado por meio da análise de biópsias do trofectoderma. Aqui, relatamos a validação de uma plataforma PGT-A que desenvolvemos que fornece 100% de precisão na previsão de embriões que não se implantam”, afirma o Dr. Requena.
“Além disso, analisamos a confiabilidade de uma plataforma de teste genético pré-implantacional não invasivo para aneuploidia (niPGT-A). Infelizmente, no momento, o niPGT-A parece não ter precisão suficiente para ser considerado uma ferramenta de diagnóstico útil. Nosso desafio? Continuar trabalhando para refinar os resultados desse tipo de técnica ”, finaliza Dr. Requena.

 

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *