O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

FEIRA DE ARTESANATO E SHOWS DE LENINE E SUED MOVIMENTAM O SÁBADO DO FESTIVAL DA CERÂMICA MARAGOGIPINHO


Na noite de ontem (17/11), a cidade recebeu centenas de visitantes

Um dos dias mais concorridos do Festival da Cerâmica Maragogipinho, neste sábado (18/11), Maragogipinho, distrito de Aratuípe, conta com uma programação musical com shows de Lenine, Sued Nunes e Cortejo Afro, promove um dia de compras na Feira Artesanato da Bahia, visitas na Feira Gastronômica e passeios guiados em dezenas de olarias. No penúltimo dia, o evento encerra a 4ª edição da Rodada de Negócios, com o terceiro encontro de compradores lojistas, artesãos e artesãos.
No maior polo ceramista da América Latina, ontem (17/11), o movimento começou na abertura da Feira Artesanato da Bahia e da Feira de Gastronomia, encerrando a noite com sucesso dos shows de Jau e Roberto Mendes, no Palco Principal, montado em frente à Igreja da Matriz. A programação se estende até amanhã (19/11), quando a cidade se despede dos turistas e convidados.
“Há uma ação oculta, escondida, disfarçada, que quando tem oportunidade, revela valores grandiosos. Nós temos a responsabilidade de torná-lo uma referência mundial. Esse é um festival que vai tomar um ganho de peso muito forte”, afirmou o Governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, durante a visita ao Festival da Cerâmica Maragogipinho e a participação na cerimônia de entrega da Carteira Nacional do Artesão e do Certificado Mestres e Mestras.
HOMENAGENS – A sexta-feira foi dia de homenagear mestras, mestres artesãos com a entrega da Carteira Nacional do Artesão e do Certificado do Prêmio Mestres e Mestras da Cerâmica. A cerimônia contou com a presença de Jerônimo Rodrigues, Governador da Bahia; Davidson Magalhães, secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte; Weslen Moreira, coordenador de Fomento ao Artesanato da Bahia; Bruno Monteiro, secretário da Cultura; Ângela Guimarães, secretária de Promoção da Igualdade Racial; Antônio Marcos, Prefeito de Aratuípe; e Alice Portugal, Deputada Federal, entre outras autoridades e convidados.
A Carteira Nacional de Artesão foi entregue a Terezinha Brito, Nailse Moreira Mota, Antônio Rafael Santana (Tutuna), Argemiro Costa Neto (Miro), Elísio Nazaré Almeida (Nené), Guilherme Teixeira, José Reis dos Santos (Zé Reis), Nivaldo dos Santos (Seu Josias) e José Teófilo dos Reis (Zé Curu). Com os certificado Prêmio Mestras e Mestres da Cerâmica, foram contemplados Maria da Hora (Dona Dadá), Maria de Lourdes Nascimento, Gisélia Enoe de Souza, Vitorino Bertoldo Moreira, Almerentino Macário de Souza (Mereco), Antônio Santana Moreira (Padre), Rosalvo Santana (Rosalvo Santeiro), Taurino Silva (Seu Zé); Antônio Dativo dos Santos (Toddy) e Ricardina Pereira da Silva (Dona Cadu).
“Esse ponto de encontro na produção de Cerâmica, o maior deles artesanal na América Latina. O Festival é um esforço da política do Artesanato da Bahia, que consolida esse eixo do Recôncavo Baiano como um ponto não só da produção artesanal da cerâmica, mas também de geração, emprego e renda”, comentou Davidson Magalhães, secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte.
SHOWS – O palco principal, montado na Praça da Matriz, receberá os grandes shows da programação musical, que tem o apoio da Superintendência de Fomento ao Turismo – Sufotur. Hoje (18/11), o pernambucano Lenine faz um dos shows mais aguardados do Festival, com um repertório recheado de canções de sucessos, e a cantora revelação da nova geração baiana, Sued Nunes vem do Recôncavo na sua música, que revela a ancestralidade em novas estéticas sonoras, e o Cortejo Afro fecha a programação de shows no ritmo do balanço do samba-reggae.
CERÂMICA ARTESANAL – A ideia de criar um evento oficial tem como principal objetivo apoiar as artesãs e os artesãos, proporcionando um espaço direto para a venda de seus produtos, além de fomentar o turismo, atrair compradores e contribuir para o desenvolvimento cultural e econômico da cidade, ao fazer parte do calendário cultural da Bahia.
Durante o Festival, os visitantes e compradores poderão adquirir peças decorativas e utilitárias na Feira, com cerca de 30 expositores, nas lojas e nas olarias, com destaque para as louças de barro, potes, talhas, boi-bilhas, panelas, vasos, pratos, esculturas e moringas, entre outros. A influência indígena está nos desenhos geométricos e florais, pintados em tons vermelho do Tauá e o branco da Tabatinga, pigmentos naturais da argila.
RODADA DE NEGÓCIOS – Desde segunda-feira recebendo lojistas e revendedores da Bahia e do Brasil, a Rodada de Negócios Artesanato da Bahia encerra os encontros, hoje, no Salão do Artesão de Maragogipinho. Os convidados terão a oportunidade de adquirir as peças artesanais diretamente das mãos de artesãs e artesãos, no ambiente das rodadas e no tour pelas olarias da cidade. A Rodada visa fomentar e desenvolver o incremento e a geração de renda, trazendo novas parcerias e oportunidades de negócios aos ceramistas.
MAPA & GUIAS – Com cerca de 150 olarias na região, o evento é um tributo à rica herança da cerâmica artesanal e representa um marco para a comunidade. Para conhecer esta riqueza, os compradores e visitantes poderão acessar, através do QR Code, o mapa de Maragogipinho, com as informações gerais e as localizações de suas dezenas de Olarias. Será oferecida também a Visita Guiada e Experiência Imersiva nas Olarias, proporcionando ao público uma visita com mediação cultural, além de poder experimentar as técnicas da cerâmica.
GASTRONOMIA – O Festival também conta com a Feira Gastronômica, um espaço exclusivo para a comercialização de alimentos e bebidas. Com todo conforto e preços acessíveis, o público pode escolher uma variedade de sugestões no cardápio, que reúne a culinária do Recôncavo, Baiana e Nordestina, além das comidinhas de rua.
O Festival da Cerâmica Maragogipinho é uma iniciativa do Governo da Bahia, por meio do Programa Artesanato da Bahia, através da Coordenação de Fomento ao Artesanato (CFA) da Setre, e a Prefeitura de Aratuípe, em parceria firmada entre o Ministério da Cultura (MinC), por meio da Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural (SCDC) e a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB. O evento também conta com a parceria das Secretarias da Cultura (Secult) e Turismo (Setur), da Superintendência de Fomento ao Turismo (Sufotur) e AAMOM.

SERVIÇO FESTIVAL DA CERÂMICA MARAGOGIPINHO

Data: De 13 a 19 de novembro.
Onde: Praça da Matriz – Aratuípe, Bahia.
Entrada franca
PROGRAMAÇÃO COMPLETA
18/11
10h30 às 17h – 4ª Rodada de Negócios Artesanato da Bahia
SHOWS ARTÍSTICOS

18/11:
18h30 às 19h50: Sued Nunes
20h20 às 21h40: Lenine
22h às 23h30: Cortejo Afro
Data: 17 a 19 de novembro – – Feira Artesanato da Bahia
Feira Gastronômica – Visita guiada nas Olarias

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *