O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Especialista explica quais são os principais mitos relacionados à hipnose

Foto divulgação

A hipnose clínica é uma terapia alternativa que pode ser utilizada para o tratamento de medos, fobias, insônia, ansiedade, transtorno de pânico, entre outros, promovendo a saúde e melhorando a qualidade de vida dos pacientes que optam pela técnica. Apesar do uso científico da hipnose ter se tornado uma realidade próxima, sendo inclusive uma das práticas integrativas do Sistema Único de Saúde (SUS) desde 2018, os mitos relacionados ao tema ainda persistem. A seguirhipnoterapeuta Diego Wildberger lista os principais:

 

1-      A pessoa quando está hipnotiza corre o risco de ficar presa no transe.

            A hipnose é um estado natural do ser humano e, por isso, não existe a possibilidade de ficar preso, de não acordar. Atividades que exigem um nível maior de concentração como dirigir ou estudar levam ao transe e o próprio corpo se encarrega de “despertar” o indivíduo.

 

2-      Hipnose não é diferente de meditação.

 

São completamente diferentes. Na hipnose, o trabalho atinge o lado direito do cérebro, onde está a emoção e a ludicidade. Já na meditação, é o lado esquerdo que recebe o estímulo, tornando a pessoa mais racional e melhorando, por exemplo, a capacidade de se colocar no lugar do outro.

 

3-      O paciente faz tudo que o hipnoterapeuta mandar.

 

O transe é um estado alterado de consciência que permeia entre a vigília e o sono, porém o paciente não fica alheio ao que acontece no ambiente no qual se encontra e nem fica inconsciente. Para a pessoa ser hipnotizada é preciso que ela queira e nada é feito na sessão sem sua permissão, respeitando seus princípios morais.

 

4-      Durante uma sessão de hipnose o paciente pode revelar todos os seus segredos.

 

Como informado na questão anterior, o indivíduo não perde a consciência enquanto permanece em transe, ou seja, não corre o risco de fazer absolutamente nada que não queira.

 

5-      A hipnose pode prejudicar a saúde

 

A técnica só traz benefícios ao paciente sejam físicos ou emocionais, desde que seja realizada por um profissional devidamente qualificado e preparado. Isso porque a confiança entre o hipnoterapeuta e o indivíduo é de fundamental importância para que os resultados positivos sejam obtidos.

 

Fabio Almeida

Tenho 38 anos, nascido em Salvador/Ba, um soteropolitano nato. Jornalista de profissão sigo o compromisso e responsabilidade com a verdade e apuração dos fatos.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *